A Mulher E As Unhas

Aconselhamento
Unhas - Modelo: Pam - Arte Digital: Henrique Vieira Filho Para a maioria das mulheres a sensação do ato do fazer, é bem maior do que a de pintar as unhas, e nesse caso, a predileção pessoal se impõe. Existem  razões para essa escolha: o contexto social, a atividade profissional, a educação ou alguma espécie de motivação, que de certo modo, são as responsáveis pelo impulso do prazer. Vale lembrar que as mulheres egípcias já coloriam suas unhas untavam seus cabelos e seu corpo físico com cremes de beleza, em 3000 a.C. Entretanto, algumas mulheres não tem o hábito de pintar unhas.

“ [...] nada há de novo debaixo do sol”. Eclesiastes 1: 9 séc. III a.C.

O ato de fazer as unhas é confortável, prazeroso e estético. Consiste em colocar os dedos das mãos ou os pés na água, passar creme, cortar, lixar e escovilhar as unhas, tirar ou empurrar a cutícula, e finalmente, pintar com uma base transparente ou com esmalte na cor desejada. Assim, as mãos tornam-se lindas, maravilhosas e a mulher poderosa! A sensação é de sensualidade  e o  clima é de rejuvenescimento, limpeza e beleza, pois unhas bem pintadas é a roupa dos dedos! Mas atenção para o detalhe: as  unhas  devem estar sempre  limpas e totalmente pintadas, isso porque unhas  com o esmalte descascando é a mesma coisa  de unha suja ou negligenciada e o sentimento é de que a mulher está descontinuada. Contudo, apenas uma base ou uma  cor  mais clara de esmalte  pode revelar uma mulher sensível. Algumas mulheres adoram fazer unhas no “salão de beleza”, outras, porém, preferem que sejam feitas na sua própria casa, sendo a massagem nos pés e nos artelhos muito bem acolhida como confortável. Na escolha da cor do esmalte a mulher preocupa-se com o tipo e o tom da roupa que irá usar. De acordo com a ocasião ou com “o estado de espírito” é definida a cor desejada e algumas já usam determinadas cores e não aceitam outras. O tamanho da unha do dedo da mão também influencia na escolha da cor do esmalte, por exemplo, muitas mulheres não gostam de passar esmalte escuro com as unhas curtas, e nesse caso, preferem um esmalte claro. O tamanho das unhas depende também da profissão, sendo certo que as unhas dos dedos das mãos crescem mais rápidas do que os das unhas dos dedos dos pés. A cor escolhida para a unha do dedo do pé não precisa necessariamente ser igual a da unha do dedo da mão, na maioria das vezes, o esmalte para as unhas dos dedos dos pés é puxado para o branco ou cores transparentes. Dificilmente as mulheres escolhem cores que não combinam. As cores mais usadas para as unhas das mãos são o vermelho, o rosa e o branco transparente. As mulheres que querem impressionar ou “arrasar” preferem as cores da moda ou a cor vermelha, pois mostrar as unhas assim, pintadas ou decoradas,  revelam suas reais intenções.

É  verdade que a aparência produz um determinado efeito nas pessoas que conhecemos ou não, da mesma forma que afeta o modo de vida. Manter as unhas bem feitas não é tarefa fácil e a tendência a julgar superficialmente pela aparência pode ser desastrosa e discutível. A variedade quase infinita de movimentos feitos com as mãos durante uma simples conversa pode ser esclarecedora, pois toda mão se movimenta, com a participação de cada dedo, os pulsos giram, as mãos se abrem e se fecham. Todos os dedos merecem o mesmo tratamento e a mesma atenção haja vista os seus movimentos, sobretudo, o de apreensão. Mesmo que o dedo polegar seja o de maior relevância funcional, os demais são muitos importantes no conjunto das ações manuais. Assim, por exemplo, o dedo mínimo, que aparentemente é o menos importante, tem funções preponderantes nas apreensões mais fortes quando se quer torcer ou girar uma peça resistente. O mesmo se diga de sua importância quando ele apoia e direciona a mão na função de escrever. Mas, sabendo-se que o estímulo do esmalte é diretamente exterior, em que consiste a necessidade de pintar as unhas dos artelhos se a mulher estiver usando calçado fechado ou pintar as  unhas dos dedos das mãos se usarem luva? Isso é bastante intrigante, pois a aprobatividade fica prejudicada, restando somente a sensação agradável de limpeza.

“Atenção, o que é mostrado é mostrado apenas para melhor esconder, e o que é ocultado o é para melhor revelar!” ¹

A cor do esmalte influi bastante no estado emocional, pois às vezes,  a mulher pode revelar o comportamento de uma menina bem bonita lá da roça ou de uma “Mulher Maravilha”. É certo que existe uma competição silenciosa entre as mulheres que é iniciada pela observação das unhas, mormente as dos artelhos. Um dos pontos principais dessa rivalidade oculta é  a comparação com os pés da rival. Estão bem tratados? Suas unhas estão bem feitas? Conforme o caso a mulher pode se tornar mais, ou menos, poderosa.

Freud ao delinear as características principais do Ego, aponta que sua orientação é  dirigida pelas observâncias das tensões estimulantes já existentes ou nele incutidas; o aumento dessas tensões manifestar-se-á como prazer e a sua diminuição como desprazer. Salienta que a sensação de prazer ou desprazer não depende tanto do sumo absoluto da tensão estimulante como do ritmo da sua alteração. ²

Em outro giro, será que os homens são atraídos pelo tamanho, formato e cores das unhas femininas? Essa evidente peculiaridade torna a mulher fisicamente mais atraente? Para Jung, o homem também carrega dentro de si potencialidades femininas com uma complexidade de dinamismos. No entanto, alguns homens sequer desejam saber se a cor do esmalte é vermelho provocante ou branco puríssimo. A maioria parece não sentir atração apenas pelo formato, tamanho da unha ou cor do esmalte, pois o modo como a mulher é vista depende não só dessas características, mais também do que ela leva para o relacionamento. Os homens parecem acreditar que a imagem  dos sexos é favorecida  pelas roupas, as quais assentam melhor num corpo físico bem-feito! Apesar de não olharem diretamente para os dedos ou artelhos da mulher, poderão ser atraídos por mãos bonitas com unhas pintadas com esmalte ou apenas com a base, pois se as mãos estiverem limpas e cuidadas, a impressão é a de que o “resto é uma maravilha!”.

A medicina moderna define a unha com uma lâmina córnea transparente, flexível e resistente, que cobre o dorso da falange distal dos dedos e dos artelhos do ser humano e de um grande número de animais vertebrados. O crescimento das unhas é contínuo durante a vida, graças a um processo de proliferação e diferenciação de células epiteliais da raiz da unha, que gradualmente se queratinizam para formar a lâmina córnea.

No registro emocional acredita-se que as unhas ativam a confiança da ação ora efetivada, que se relacionam com o baço e que a mulher também pinta as unhas  apenas para se sentir bem consigo mesma, pois fazer as unhas é ter a sensação de beleza renovada. Vale lembrar que fazer as unhas e não fazer as sobrancelhas também leva à sensação de descontinuidade.

O formato das unhas e a cor do esmalte ainda não são objetos de discussão holística, mas é inquestionável a sua importância para a própria mulher que ao escolher um uma cor de esmalte, variando ou modificando, demonstra a afirmação definida e enfática sobre o tipo de mulher que revela ser.

¹ Psicanálise na Tela. Pabst, Abraham, Sachs, Freud e o filme Segredo de uma Alma. a) Patrick Lacoste. Jorge Zahar Editor-RJ, 1992. 
² Técnicas de Relaxamento.  a) Petho Sandor e outros. Vetor Editora Psico-Pedagógica LTDA-SP.

 

>Raimundo Amim Lima Haddad - CRT 38326 - Terapeuta Holístico

Raimundo Amim Lima Haddad - CRT 38326 - Terapeuta Holístico, trabalha com Reiki, Calatonia, I Ching, Florais, Terapia Corporal e Fitoterapia, dentre outras técnicas.

amimhaddad@amimhaddad.com

 

No registro psíquico, acredita-se que os traços da boca compõem um código repleto de sinais capazes de revelar aspectos que podem ou não ser conscientes, dentre os quais podemos destacar: satisfação pessoal, realização interna, sentimentos de liberdade, etc. Por outro lado, ostraços dos lábios revelam uma interpretação possível da afetividade, amorosidade, objetividade e interesses pessoais, e os traços da língua podem indicar os movimentos da busca do prazer, satisfação ou insatisfação.

A ciência moderna define a boca como a primeira parte do sistema digestório, constituída por uma cavidade que se comunica com o exterior pelo vestíbulo (porção periférica compreendida entre os arcos dentais, os lábios e a bochecha), e com a laringe, pelo istmo das fauces(abertura através da qual a cavidade da boca se comunica posteriormente com a faringe). A base da cavidade está ocupada pela língua, e o lábio, como sendo o relevo que ocupa as duas margens da boca.

A leitura a seguir também é baseada na acognosia e sugere algumas das proposições mais simples de atitudes comportamentais, em conjugação com o somático, dos pontos de vista objetivo, subjetivo e psíquico, sendo uma adição necessária para a técnica “Análise da Imagem Holística do Cliente,” facilmente encontrada no site www.holopedia.com.br

Tem como objetivo acrescentar recursos para facilitar a análise e a interpretação dos mais recorrentes traços de boca que podem ser revelados nas imagens do cliente. As expectativas são de aproximadamente noventa por cento de exatidão possibilitando assim, revisões constantes.

I-Ausência do traço da boca: pode revelar um cliente que tem a característica de ser incapaz a qualquer satisfação pessoal e que está no auge da dependência. Mesmo que o cliente esteja bem sucedido, poderá está numa condição de vida onde o necessário e o possível deve ser feito somente para o outro. Assim, o impossível é atraído para si. Seu maior desafio poderá ser o de não se deixar levar pela posição de sucesso na vida.

É possível que seu navegador não suporte a exibição desta imagem. II - Boca em traço reto (__): pode revelar um cliente que tem a característica de está sendo conduzido pelo movimento coletivo, ou seja, o seu desejo individual de diferenciação é a procura de adequação às normas do grupo social ao qual pertence ou deseja pertencer. Seu maior desafio poderá ser o de descobrir seus próprios propósitos.

III- Boca em traço em forma de meia lua: pode revelar um cliente que tem a característica de se envolver e assumir como se fossem seus,acontecimentos que para si são sempre surpresas. A princípio, não sabe dizer do que gosta nem do que quer, mas tem capacidade muito grande de ser seduzido. Seu maior desafio poderá ser o de retomar a leitura de valor para si mesmo.

É possível que seu navegador não suporte a exibição desta imagem. IV- Boca em traço em forma de meia lua invertida: pode revelar um cliente que tem a característica de saber o que quer, mas não saber onde está o que quer. Seu maior desafio poderá ser o de definir metas e compromissos a serem assumidos.

V- Boca em traço intermitente (----): pode revelar um cliente que tem a característica de gostar de ficar num posto de observação e não se integrar tendo também limitações em saber o que quer. Suas prováveis palavras de ordem: “pode ser”, “é uma possibilidade”, “talvez”, “vamos ver”, etc. Seu maior desafio poderá ser o de organizar e definir sua meta.

VI- Boca sorriso (traço em forma meia lua na horizontal com um pequeno traço diagonal em cada ponta): pode revelar um cliente que acredita que está num bom momento da sua vida, mas isso, antes de tudo, não passa de um grande esforço, pois nem sempre o sorriso significa felicidade, cordialidade ou boa acolhida. Vale ressaltar que em se tratando de gesto, é quase impossível falar com alguém durante certo espaço de tempo sem sorrir, mesmo que a outra pessoa seja um inimigo. As pessoas também sorriem sarcásticas, irônicas ou compassivamente. Seu maior desafio poderá ser o de não fazer segredo dos seus incômodos.

VII- Boca triste (traço em forma meia lua invertida na horizontal com um pequeno traço diagonal em cada ponta): pode revelar um cliente que tem como característica a lei do maior esforço. Quanto mais obstáculos para superar mais prazer sentirá para atingir o objetivo. Seu maior desafio poderá ser o de abandonar a obrigatoriedade de ser muito competente.

VIII- Boca estribo (? traço reto sob o semicírculo): pode revelar um cliente com grande disponibilidade para o externo. Seu maior desafio poderá ser o de disponibilizar para o outro o que é necessário para si.

IX- Boca estribo invertido (traço reto e sobre o semicírculo): pode revelar um cliente com limitações de fazer uso de suas habilidades. Seu maior desafio poderá ser o de desenvolver sua capacitação.

X-Boca tipo triângulo ? ?: pode indicar um cliente que se disponibiliza para tudo, mesmo não sendo necessário ou possível. Seu maior desafio poderá ser o de vencer o medo de que, se não se disponibilizar espontaneamente, não terá importância.

XI- Boca zangada (traço superior e inferior dos lábios formando a boca, com a língua para fora): pode indicar um cliente que acredita que não tem presença. Seu maior desafio poderá ser a sua aceitação no seu meio de convívio.

XI – Boca marca de beijo (traço superior e inferior dos lábios formando a boca com um semicírculo entre os mesmos): pode indicar um cliente romântico e criador de ilusões. Seu maior desafio poderá ser o de não conseguir sair do lirismo para enfrentar a realidade.

XIII- Boca ferradura (traço de formas [U ?] com ou sem dentes): pode indicar um cliente que tem como antídoto para a sua ansiedade o fato de ser simplesmente atendido. Pode também revelar também um cliente que geralmente dissimula conscientemente. Seu maior desafio poderá ser o não de perceber que está sob observação.

“A boca do insensato é sua ruína, e seus lábios, uma armadilha para si mesmo”. Provérbios 18:7

Afirmamos que é provável a possibilidade da revelação de uma centena de formatos de bocas nas imagens feitas pelos próprios clientes

Para saber mais: www.holopedia.com.br

Destaques da Edição