Acionando Pontos E Zonas Reflexas

Reflexoterapia

Existe uma grande variedade de formas de ativar os recursos de auto-harmonização de cada Cliente, acionando os pontos e/ou regiões reflexoterápicas que foram selecionadas.

Assim sendo, limitarei o texto àquelas que sejam eficientes e, ao mesmo tempo, de risco mínimo em sua forma de aplicação.

Um ativador muito eficaz é o TOQUE.

Se for em pontos nos Meridianos de Acupuntura, ou zonas reflexas relativamente acessíveis (Reflexoterapia pelas mãos ou pés, por exemplos...), basta utilizar da ponta dos dedos, por cerca de um minuto.

Pode simplesmente encostar, ou pressionar, ou aplicar movimentos enquanto toca...

Na verdade, é indiferente, pois todas estas opções manifestam bons resultados, despertando reações psicofísicas voltadas à homeostasia, ou seja, ao auto-equilíbrio.

O paralelismo lúdico (e bastante reducionista....) que utilizo é o de “clicar” o botão de um aparelho de controle remoto... Esta sutil atitude aciona uma série de recursos do equipamento principal.

 

Uma alternativa ao toque, bastante conhecida e polêmica, é a aplicação de agulhas específicas para este fim.

Obrigatoriamente tem que ser adquiridas com procedência idônea, mediante Nota Fiscal e são DESCARTÁVEIS e de USO ÚNICO.

Jamais venda produtos aos Clientes, razão pela qual, se for aplicar agulhas, esta previsão de despesa já deve ter sido considerada na definição dos honorários.

Se for utilizar-de das chamadas agulhas de Acupuntura, e/ou de Auriculoterapia, e/ou Quiroterapia, deve obedecer à legislação pertinente, que determina a forma correta de descarte, que é igual ao que se exige para materiais infecto-contagiosos.

Após o uso único, descartem nos recipientes especificados pela legislação sanitária, acionando a coleta seletiva especializada.

Ou, alternativamente, utilizem equipamentos desintegradores de agulhas, aprovados pelos órgãos governamentais.

Nas aplicações via trajetos dos Meridianos, basta fixar as agulhas nos pontos por cerca de um minuto, antes de as retirar.

Uma boa opção é conferir a reação aos Pontos de Alarme e, caso ainda estejam sensibilizados, prolongar por mais um minuto.

Já as micro-agulhas específicas para Auriculoterapia, são aplicadas nos pontos detectados mediante pequenas fatias de fita adesiva do tipo “microporo”.

Pertinente destacar que, quanto maior a qualidade do conhecimento do Profissional, menor a quantidade de pontos que necessita para equilibrar...

Existe inúmeras alternativas (além do toque...) às agulhas, pois, afinal, uma grande parcela da sociedade não as aceita.

O mercado disponibiliza, por exemplos, pequenas esferas de aço, e/ou de “ouro” ou “prata” (são as mesmas que as de aço, mas com acabamentos dourados ou prateados), e/ou “sementes de mostarda”, vendidas em casas especializadas, que já vem, inclusive, com fita adesiva apropriada para fixação.

Pessoalmente, prefiro utilizar pequenos imãs emborrachados, que são descartáveis e de uso único e não precisam de coleta especializada.

Muitos dos aparatos eletrônicos existentes no mercado brasileiro possuem a capacidade de facilitar a localização dos pontos e de ativá-los das mais variadas formas.

Os mais recomendados são os que aplicam cores (Cromopuntura) ou infra-vermelho, com emissores LED de baixa intensidade, incapazes de aquecer ou causar danos no tecido.

Quando se tem o domínio da técnica da Pulsologia de Nogier, há um ganho em sofisticação e em resultados.

Utilize-a não só para a escolha correta dos pontos, como para se selecionar qual será a melhor estimulação, testando para concluir qual, dentre as opções, resulta em um sinal mais nitido ao pulso.

Por exemplos: aplicar o lado Norte, ou o lado Sul, do imã, sobre o ponto ? Fixar a esfera “ouro”, ou a “prata” ? Aplicar qual cor ? Ou qual regulagem de ritmo (vários equipamentos possuem regulagens de frequências...) ?

Para se saber qual das alternativas é a mais adeqüada, basta aproximá-las e/ou aplicá-las, uma a uma, rapidamente (um ou dois segundos...) em cada ponto: a opção que for a mais necessária dará a reação maior ao pulso.

Quando a ativação for pelo toque ou por exposição (aproximação de ímãs, cristais coloridos, cromopuntura, “softlaser” e similares), basta fazê-lo por um ou dois minutos, a cada atendimento.

Por sua vez, se o acionamento for do tipo afixado aos pontos com fita adesiva (agulhas, pequenas esferas, ímãs, fitoterápicos e similares), mantenha até a próxima consulta, ocasião em que serão retiradas.

O usual é de uma nova sessão por semana, onde sempre uma nova seleção de pontos deve ser realizada (nem sempre corresponderá aos mesmos da semana anterior ou à mesma localização...), com retomada da ativação.

Seja qual for a opção de forma de ativação dos pontos e zonas reflexas, a Pulsologia de Nogier otimizará a aplicação.

Graças a este recurso, sempre se obtém a regulagem exata e, por ressonância, despertará os recursos internos disponíveis para a auto-harmonia.

Cabe aqui destacar um recurso desenvolvido no Brasil, que demonstra um bom potencial:

A aplicação de pequenas amostras de Fitoterápicos como ativadores de pontos em Meridianos e em Zonas Reflexas.

Com o auxílio de uma pinça, são coletadas pequenas amostras de Fitoterápicos, as quais, por aproximação por sobre os pontos detectados, serão escolhidos via Pulsologia de Nogier.

Tal qual seria feito com imãs ou micro-agulhas, estas pequenas amostras selecionadas são fixadas com fita do tipo microporo, como mais uma boa opção de acionamento dos pontos.

Considerando a infinidade de plantas terapêuticas disponíveis, o ideal é otimizar a prática, focando em espécies tradicionalmente equilibrantes, específicas para cada um dos Cinco Movimentos Chineses:

Alecrim (Movimento Madeira),
Calêndula (Movimento Terra),
Cavalinha (Movimento Água),
Lavanda (Movimento Fogo) e
Tomilho (Movimento Metal).

Estes cinco fitoterápicos já serão suficientes para obtermos bons resultados.

 

Henrique Vieira Filho - Terapeuta Holístico - CRT 21001Henrique Vieira Filho - Terapeuta Holístico - CRT 21001, é autor de diversos livros da profissão, ministra aulas na CEATH - Comunidade de Estudos Avançados em Terapia Holística. contato@sinte.com.br (11) 3171-1913

Destaques da Edição