A Dança-Terapia em Cinco Movimentos

Arteterapia

Dançaterapia: Modelo: Pamela- Arte Digital: Henrique Vieira Filho O Psicobalé entrou na minha vida profissional depois da queda dos muros de Berlin, no princípio dos anos 90 que comecei trabalhar como terapeuta na ONG Cáritas Internacional trabalhando a técnica com crianças portadoras da Síndrome de Down e, logo depois, já com deficientes cognitivos e físicos assim como pessoas da terceira idade que na época pelas limitações econômicas que enfrentava o governo de Cuba. No ano 2004 quando cheguei ao Brasil com quarenta e seis anos e, quase trinta de experiência profissional tive que buscar uma maneira de sobreviver e ajudar a minha Sra. na construção do novo projeto de vida (O casamento). E, encontrei no PSICOBALÈ uma forma de trabalhar honradamente e tornar-me conhecido como profissional sem agredir aos outros terapeutas que não conheciam esta técnica.

Tive como primeiro desafio, que mudar o nome por PSICODANÇA, que após de entrar nos terapeutas holísticos no ano 2008, definitivamente leva o nome de (DTH) DANÇA-TERAPIA HOLÌSTICA. Como uma forma de cumprir com as NTSV, já que alguns psicólogos mal intencionados se sentiam invadidos pelo prefixo (psico-). Foi então, que decidi montar minha própria sala seguindo as regras de marketing aprendidas no curso de Psicoterapia Holística da Turma de 2008, a qual pertencia, de como montar um consultório seguindo a NTSV. Foi no ano 2008 em que comecei a relacionar o corpo com a mente já que por vir de uma ditadura onde trabalhei quase trinta anos eu mesmo, como terapeuta tinha meus próprios preconceitos.
Ter o Consultório junto com a sala de Psicoterapia Holística me proporcionou uma melhor pratica e interação com as técnicas numa retroalimentação dialética e uma dinâmica de trabalho que até hoje no ano 2011 continuo com resultados, muito mais obtive a perseverança das clientes. E, até não fiquei tão preso na psicanálise como  uma técnica a aplicar. Comprovei na pratica que muitos clientes aplicando a técnica: Aconselhamentos caminhavam mais de presa na sua evolução emocional e pessoal já que a DTH complementava a parte do toque que não tinham no consultório, toque em coletivo que me deixava mais leve e confiado que aquele que poderia ter sozinho no consultório com o cliente. Já que na DTH o toque e direcionado pelo terapeuta entre eles e faz parte da coreografia, entrando na vida daquelas, mais fechadas de uma maneira natural. OS CINCO MOVIMENTOS CHINESES E SUA RELAÇÃO COM A DANÇATERAPIA O cliente durante as sessões de PH através da técnica de Aconselhamento vai conhecendo e se familiarizando com as cores dos CINCO MOVIMENTOS CHINESES. Além de que minha abordagem é de ordem integrativa, não descarto nada sempre que me seja útil, e não transgrida as NTSV. Meus clientes na sua maioria tiveram algumas vezes sessões de cromoterapia e o bastão cromático, que os ajudou a encontrar a nível consciente as cores na sua imaginação. Por isso na hora da DTH os ajudou a encontrar as cores pelo conteúdo da musica, ou seja, a mensagem do texto assim como pela sua estrutura melódica. 1- A musica: Camarada água do grupo Teatro Mágico, é bem explícita no meridiano que aborda e a cor azul já que o cliente e que sempre todos nós associamos o azul-água, embora que no momento coreográfico e a mímica dos movimentos tenha alguns bem condensados. 2- A música: Pássaro de Fogo da Paula Fernandez, pelo conteúdo da música já a palavra FOGO explicitamente leva ao cliente a cor vermelha e durante toda a dança se imaginam vestidas de vermelho. 3- A música: VITORIOSA de Ivan Lins, é mais branco, mais para dentro, centrípeta, por isso se associa ao metal, muito apropriada para trabalhar frigidez e anorgasmia. O MOVIMENTO metal leva a se relacionar a cliente com a introdução do falo como fonte de prazer, é um ato de VITÓRIA é a heroína que consegue satisfazer ao macho. 

Estes três exemplos ilustram um pouco, como abordo os movimentos chineses e as cores além de que após das vivencias para tirar as clientes do sofrimento já tenho trabalhado com todas elas uma Lagoa de águas transparentes imaginária, que todas têm, e uma ave que representam como gaivotas, cisnes, beija flor. Então essa lagoa contém as cinco cores dos movimentos e seus significados e no momento de voltar a realidade ou de sair do momento catártico o TH coloca a música e faz lembrar a lagoa imaginaria e coloca o elemento que a cliente precisa mais, por exemplo si a cliente esta precisando de equilibro o TH enfatiza em que ela observe os girassóis pela cor amarela (nossa terra que foi feita em prefeito equilibro) A música da LAGOA e trabalhada na DTH com movimentos muito leves e condensados, como não tem texto o TH direciona este exercício corporal a relaxar o corpo. A música: Ar de João Sebastião Bach numa versão que inclui sons das aves e da natureza, numa versão do grupo Café Do Mar (grupo de musica contemporâneo eletroacústica que revive a música erudita dos grandes clássicos da humanidade). A Dançaterapia insere ao cliente num grupo e trabalha a socialização e os laços interpessoais. A diferença de outras técnicas corporais aplicadas no Brasil a DTH em Cinco Movimentos compromete a área cognitiva da personalidade além da afetiva porque se trabalha a compreensão dos textos músicas desenvolvendo e ativando os processos do pensamento: análise, síntese, comparação, generalização e abstração.


Trechos selecionados da Propositura de Palestras para o evento Holística 2011

José Antonio Rodríguez Reina - Terapeuta Holístico - CRT 43913

José Antonio Rodríguez Reina
Terapeuta Holístico - CRT 43913
Atua com Dançaterapia, Cromoterapia, Reflexoterapoa e Regressão

www.joseantonio.arteterapeuta.com.br

Destaques da Edição